Marcas Rodoviárias

Durante a noite, em que a eficácia do olho humano é 1/20 da visão diurna, o condutor vê muito melhor as Marcas Rodoviárias do que a própria estrada.

O aumento da segurança rodoviária é uma das prioridades fundamentais na concepção das políticas de actuação na rede viária, dado que contribui decisivamente para reduzir a sinistralidade que comporta um altíssimo custo em vidas humanas e danos materiais.

As marcas rodoviárias são sem dúvida um dos factores que mais contribui para a Segurança rodoviária, tendo como principais objectivos:

  • Delimitação de vias de circulação;
  • Separação de sentidos de circulação;
  • Indicação de limites no pavimento;
  • Delimitação de zonas mortas (não circuláveis);
  • Complementação de sinalização vertical;
  • Regulação de circulação (estacionamento, ultrapassagem).

Primeiro os Egípcios e mais tarde os Romanos, foram os primeiros a usar formas de marcas, mas a sua história mais recente coincide com o aparecimento do automóvel.

Assim, a primeira referência ao uso de linhas tracejadas para separar o tráfego, remonta ao ano de 1911 nos Estados Unidos.

As primeiras referências na Europa encontram-se na Alemanha e Reino Unido em 1939.
Em Portugal, a circular nº 1/CS dos Serviços de Conservação da JAE sobre Sinalização Rodoviária foi publicada em 1959, tendo-se mantido em vigor até 1995, data da publicação da norma de marcas rodoviárias.

As marcas rodoviárias são um exemplo típico de medida de baixo custo, pelos seguimtes motivos:

  • Rapidez e facilidade de implementação;
  • Efeito imediato;
  • Elevada relação custo/benefício.

Foi com esta actividade, que se iniciou a F.L.GASPAR em 1968. Hoje disponibilizamos diversas soluções aos nossos clientes e podemos efectuar o melhor aconselhamento, em função do tipo de pavimentos, condições climatéricas e TMD´s.

Termoplásticos Préformados PREMARK

É imperioso que participemos activamente no decréscimo dos níveis de sinistralidade, nas estradas do nosso País.

As autarquias têm um papel fundamental no sentido de reduzir o número de mortos e feridos graves em acidentes nas estradas.

Efectivamente, a Segurança Rodoviária não é apenas da responsabilidade dos condutores. Ela depende em larga medida, das possibilidades que se oferecem hoje em dia aos gestores da rede viária, para modificarem o comportamento daqueles.

Com os produtos PREMARK – marcas e símbolos rodoviários em termoplástico pré-fabricado para aplicação no pavimento – a F.L.GASPAR disponibiliza um sistema, cuja implementação constitui um contributo importante, para que a redução substancial de acidentes nas nossas estradas, especialmente os que envolvem peões, e nas zonas de risco como as Escolas, possa ser uma realidade.

Principais Benefícios:

  • Alerta mais eficaz para os condutores, devido à diversidade de informação vertical existente nas zonas urbanas, designadamente, Sinais de Código, Sinalização Direccional, Painéis Informativos e Publicitários;
  • Alerta mais eficaz pelo contraste da cor dos símbolos com o pavimento;
  • Possibilidade para as Direcções de estradas ou Autarquias de possuírem em stock, passagens de peões ou símbolos que podem ser aplicados pelas suas próprias equipas;
  • Rápida aplicação e interrupção mínima do tráfego;
  • Contributo importante para a redução da sinistralidade;
  • Possibilidade de execução de símbolo ou brasão, de qualquer tamanho, em qualquer cor, ou mesmo mensagens de “curva perigosa”, ou “abrande perigo”;
  • Óptima relação custo/benefício, devido à grande durabilidade do material.

Termoplásticos Extrusionados

Em condições de pavimento molhado, de noite e com chuva intensa, exactamente quando os condutores precisam dum melhor guiamento, as marcas tradicionais falham, porque desaparecem submersas pela película de água.

A luz dos faróis é assim reflectida em todas as direcções e não reenviada ao condutor.

Com o sistema F.L.GASPAR Rainline, as marcas mantêm-se visíveis mesmo sob chuva intensa, podendo esta marca ser aplicada no eixo da estrada, sem perigo para os motociclistas.

Tintas de aplicação a frio